Água Mineral Rio Branco, Acre

Buscando por Água Mineral em Rio Branco? Encontre aqui endereços e telefones de profissionais especializados em Rio Branco que podem te ajudar a encontrar Água Mineral em sua cidade. Aproveite para conseguir dicas e mais informações sobre Água Mineral com nossos artigos educativos.

Água Potável Comboio
(68) 3225-1729
Rua Campo Grande 844
Rio Branco, Acre
 
Disk Água Pontual
(68) 3227-2104
Cj Castelo Branco 25 qd 8 cs 19
Rio Branco, Acre
 
Distribuidora Brambila Água Potável
(68) 3223-4477
Rua Alvorada 382
Rio Branco, Acre
 
Ribeirágua
(68) 3223-2633
Rua 1º de Maio 895
Rio Branco, Acre
 
Disk Água e Gás Elildo
(68) 3224-6138
Rua José Almeida qd 8 c 1
Rio Branco, Acre
 
Lagoa Azul Distribuidora de Água Potável
(68) 3226-7602
Rua São Sebastião 860
Rio Branco, Acre
 
Água Potável Elion
(68) 3221-0789
Rua Mariana 667
Rio Branco, Acre
 
Cristal Água
(68) 3221-7853
Rodovia AC-40, 1895 km 6
Rio Branco, Acre
 
Comercial Caramuru
(68) 3221-3825
Rodovia AC-40 1905 km 7
Rio Branco, Acre
 
Cometa Restaurante Ltda
(68) 3224-2115
r Quintino Bocaiúva, 223, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Água Mineral

Quem não deseja, ao longo de um dia quente de verão, tomar um copo refrescante de água mineral? Mas, o que é água mineral? Água mineral é aquela proveniente de fontes naturais ou artificiais, e que possuem composições químicas e físicas diferentes das águas comuns. Os diversos tipos de águas minerais são classificados segundo a composição química, origem da fonte, temperatura e gases presentes. Estes aspectos determinam a forma de uso: consumo como bebida, apenas para banhos e se são terapêuticas ou não. Deu vontade de tomar um copo de água? Então, confira abaixo dicas e sugestões de compras de Água Mineral.

Guia de Compras de Água Mineral

Como são classificadas as águas minerais naturais?
Segundo o Código de Águas do Brasil (decreto-lei 7.841, de 8/08/45), em seu artigo 1°, as águas minerais naturais são classificadas segundo suas características permanentes e segundo as características inerentes às fontes:
Características permanentes: quanto à composição química, as águas minerais naturais são assim classificadas:
Oligominerais: aquelas que contêm diversos tipos de sais, todos em baixa concentração;
Radíferas: quando contêm substâncias radioativas dissolvidas, que lhes atribuam radioatividade permanente;
Alcalina-bicarbonatadas: as que contêm, por litro, uma quantidade de compostos alcalinos equivalentes a, no mínimo, 0,200g de bicarbonato de sódio.
Alcalino-terrosas: as que contêm, por litro, uma quantidade de alcalinos terrosos equivalentes a, no mínimo, 0,120g de carbonato de cálcio, distinguindo-se:
Alcalino-terrosas cálcicas: as que contêm, por litro, no mínimo, 0,048g de cátion Ca, sob a forma de bicarbonato de cálcio.
Alcalino-terrosas magnesianas: as que contêm, por litro, no mínimo, 0,030g de cátion Mg, sob a forma de bicarbonato de magnésio.
Sulfatadas: as que contêm, por litro, no mínimo, 0,100g do ânion SO4, combinado aos cátion Na, K e Mg.
Sulfurosas: as que contêm, no mínimo, 0,001g do ânion S.
Nitratadas: as que contêm, por litro, no mínimo, 0,100g de ânion NO3 de origem mineral.
Cloretadas: as que contêm, por litro, no mínimo, 0,500g de NaCl.
Ferruginosas: as que contêm, por litro, no mínimo. 0,005g de cátion Fe.
Radioativas: as que contêm radônio em dissolução, obedecendo aos seguintes limites:
Fracamente Radioativas: as que apresentam, no mínimo, um teor em radônio compreendido entre 5 e 10 unidades Mache, por litro, a 20°C e 760mm de Hg de pressão;
Radioativas: as que apresentam um teor em radônio compreendido entre 10 e 50 unidades Mache por litro, a 20° C e 760mm de Hg de pressão;
Fortemente Radioativas: as que possuírem um teor em radônio superior a 50 unidades Mache, por litro, a 20°C e 760mm de Hg de pressão.
Toriativas: as que possuem, por litro, no mínimo, um teor em torônio em dissolução equivalente, em unidades eletrostáticas, a 2 unidades Mache.
Carbogasosas: as que contêm, por litro, 200ml de gás carbônico livre dissolvido, a 20°C e 760mm de Hg de pressão.
Como podem ser classificadas as águas naturais, de acordo com as fontes?
As fontes de água mineral são classificadas segundo os gases presentes e segundo a temperatura:
Quanto aos gases
Fontes radioativas
Fracamente Radioativas: as que apresentam, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 litro por minuto com um teor em radônio compreendido entre 5 e 10 unidades Mache, por litro de gás espontâneo, a 20°C e 760mm de Hg de pressão;
Radioativas: as que apresentam, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 litro por minuto, com um teor compreendido entre 10 e 50 unidades Mache, por litro de gás espontâneo, a 20°C e 760mm de Hg de pressão;
Fortemente Radioativas: as que apresentam, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 litro por minuto, com teor em radônio superior a 50 unidades Mache, por litro de gás espontâneo, a 20°C e 760mm de Hg de pressão.
Fontes Toriativas: as que apresentam, no mínimo, uma vazão gasosa de 1 litro por minuto, com um teor em torônio, na fonte, equivalente, em unidades eletrostáticas, a 2 unidades Mache por litro.
Fontes Sulfurosas: as que possuírem, na fonte, desprendimento definido de gás sulfídrico.
Quanto à temperatura
Fontes frias: quando sua temperatura for inferior a 25°C;
Fontes hipotermais: quando sua temperatura estiver compreendida entre 25 e 33°C;
Fontes mesotermais: quando sua temperatura estiver compreendida entre 33 e 36°C;
Fontes isotermais: quando sua temperatura estiver compreendida entre 36 e 38°C.
As águas minerais sulfurosas podem auxiliar em tratamentos para a saúde?
Sim, e muito. A água mineral sulfurosa é indicada principalmente para o tratamento de alergias, colites alérgicas, distúrbios de nutrição e do metabolismo, linfatismo, eczemas e todos os tipos de dermatoses. Também são recomendados tratamentos com este tipo de água para as doenças a seguir:
Doenças reumáticas juvenil e de adulto
Espondilite Anquilosante
Esclerose Sistêmica Progressiva
Osteoartroses e Espendiloartroses
Febre Reumática não ativa
Síndrome Microcristalinas (Gota e PseudoGota)
Artropatias Infecciosas e Parainfecciosas em fase não aguda
Esofagites
Gastrites
Úlceras
Duodenites
Bronquites Catarrais
Asma Brônquica
Bronquiectasias
Laringotraqueites
Faringites
Adenoidites
Rinites catarrais e hipertróficas
Azena
Eczema crônico
Processos urticariformes
Ezemátides circunscritos
Liquen plano e hipertrófico
Eczema seborréico
Úlceras varicosas
Psoríases
Moléstias do Sistema Nervoso Central e Periférico
Moléstias do Sistema Cardiovascular
Afecções genitais e urinárias (altas e baixas)
Doenças metabólicas e nutricionais.
Quais são os benefícios do magnésio presente na água mineral?
O magnésio é um importante elemento para a excitabilidade neuromuscular e contração muscular, como também para reações enzimáticas no sistema metabólico do corpo humano. Está demonstrado que a ingestão média de magnésio é frequentemente abaixo da concentração diária recomendada, devido a uma dieta desequilibrada e pobre.
A água mineral é mais saudável que a água da torneira? Por que?
De certa forma, sim. Isso se dá em razão, principalmente, dos processos usados nas fábricas de tratamento de água para sua desinfecção, que incluem a adição de desinfetantes, tais como o cloro para desativar ou eliminar microorganismos. Isos faz com que a água da torneira tenha um sabor não tão agradável e puro como o da água mineral. Além disso, o conteúdo mineral é maior na água mineral do que na água de torneira, sendo mais benéfico para a saúde humana.
Qual é a diferença entre a água mineral e a água purificada?
A água mineral natural deve surgir de uma fonte natural e submeter-se a um pequeno tratamento, para que não altere a sua composição química, que é determinada pela composição do solo e padrão subterrâneo. Dependendo destes fatores, a qualidade da água mineral natural é determinada pela sua origem. Já a água purificada requer muitos processos de tratamento (como remoção ou adição de sais, por exemplo) e também deve possuir um balanço ótimo requerido para o organismo humano. (Fonte: Swissta).