Kit de Som - Alto-Falante para Automóveis Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo

Buscando por Kit de Som - Alto-Falante para Automóveis em Cachoeiro de Itapemirim? Encontre aqui endereços e telefones de profissionais especializados em Cachoeiro de Itapemirim que podem te ajudar a encontrar Kit de Som - Alto-Falante para Automóveis em sua cidade. Aproveite para conseguir dicas e mais informações sobre Kit de Som - Alto-Falante para Automóveis com nossos artigos educativos.

Luanderson Veículos
(28) 3511-0457
Avenida Jones Santos Neves 285
Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo
 
Sossai
(28) 3322-3322
Rodovia Cachoeiro Alegre 5 km 1
Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo
 
P C Veículos
(28) 3521-7799
Avenida Jones Santos Neves 317 km 90
Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo
 
Irados Som e Acessórios
(27) 3084-8599
Avenida Região Sudeste 1435
Serra, Espírito Santo
 
Local Autopeças
(27) 3321-7185
Avenida Marechal Campos 859 - 1
Vitória, Espírito Santo
 
Cvc Automóveis
(28) 3526-2666
Rodovia Cachoeiro Alegre km 03
Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo
 
Bracom
(28) 3526-2300
Rodovia Cachoeiro Alegre km 2,5
Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo
 
Scopel Auto Peças
(27) 3226-3143
Avenida América, 10
Cariacica, Espírito Santo
 
Ativa Som e Acessórios Automotivo
(27) 3328-2423
Rua Pedro Zangrandi 1051
Serra, Espírito Santo
 
Dias Car Comércio e Serviços de Veículos
(27) 3032-6731
Rua Piracicaba box 10
Vila Velha, Espírito Santo
 

Kit de Som - Alto-Falante para Automóveis

Não tem nada melhor do que entrar no carro e ligar o som e ouvir aquela música que mais gostamos com qualidade e uma boa altura. Som bom não é um som alto, mas sim um som que não tenha nenhum tipo de ruído quando aumentamos o volume. Por isso, confira abaixo algumas dicas e sugestões de compras para Kits de Som/Alto-Falante para Automóveis.

Guia de Compra de Kit de Som e Alto-Falantes para Automóveis

Como comprar um Alto Falante?
O alto falante é um dispositivo pertencente a classe dos transdutores, elementos que transformam um tipo de energia em outro. Especificamente, o tipo do transdutor é eletroacústico, pois converte um sinal de áudio de frequência em ondas sonoras. As caixas acústicas, geralmente, possuem mais de um alto falante, para cobrir melhor toda a faixa de frequência audível. Basicamente, quanto as características de reprodução eles podem ser destinados em às baixas, médias e altas frequências, respectivamente chamadas de:
Woofer – responsável pelas baixas frequências, ou seja, pelos sons graves;
Mid-range – responsável pela emissão das frequências médias, consegue reproduzir a maioria dos instrumentos musicais;
Tweeters – responsável pela faixa de frequência de sons agudos.
Antes de chegar ao alto falante, as frequências passam por um circuito que as dividem (uma espécie de filtro elétrico), e distribui o espectro sonoro adequadamente entre as diversas unidades.
Quais são os tipos de alto falantes disponíveis no mercado?
Um alto falante deve ser escolhido de acordo com a frequência sonora que ele irá reproduzir. Segue abaixo alguns dos tipos disponíveis no mercado.
Woofers: Recomendado para sons graves, médios-graves, e parte dos médios, sua faixa de frequência varia de 50 Hz a 5000 Hz e é indicado para reproduzir sons de bumbo, tambor, parte do piano, parte do baixo e da guitarra;

Subwoofers: Dividem-se, basicamente, em duas categorias: a Box (caixa) e a Free Air (ar-livre, tampão). São indicados para reproduzir sons de contrabaixo, baixo eletrônico, bumbo de bateria e musicas com subgraves (CD-Bass). Sua faixa de frequência varia de 20 Hz a 1500 Hz;

Mid-bass: Para sons médios-graves. Sua faixa de frequência varia de 60 Hz a 5500 Hz e é indicado para reproduzir sons de surdo, tambor entre outros;

Mid-range: Para sons médios. É o mais fiel à faixa que cobre a voz. A faixa de frequência que ele opera varia de 200 Hz a 3500 Hz;

Full-range: Cobre parte dos sons graves, médios e agudos. A faixa de frequência em que opera varia de 100 Hz a 1200 Hz;

Tweeter: Recomendado para sons agudos;

Triaxial: Contém um woofer, um mid-range e um tweeter na mesma carcaça. Sua faixa de frequência varia de 50 Hz a 20 Khz e é indicado para a reprodução de todos os instrumentos, exceto contrabaixo, baixo eletrônico e bumbo de bateria;

Coaxial: Contém um woofer e um tweeter na mesma carcaça. Muito utilizado em kits originais, tem a faixa de frequência que varia de 50 Hz a 20 Khz. É indicado para reproduzir sons de todos os instrumentos, exceto contrabaixo, baixo eletrônico e bumbo de bateria.

Como saber a potência do alto falante?
Quando se trata de potência de alto falantes, geralmente, os fabricantes desenvolvem os seus próprios modos de medir seus produtos, impossibilitando assim uma comparação de produtos de diversas marcas. Considere uma visita a uma loja de som, o vendedor te apresenta um alto falante de com 1000 watts e um segundo, com o preço similar, mas com 30 watts de potência. Provavelmente, você irá optar pelo primeiro produto, pois não sabia que a sua apresentação foi em PMPO watts e a do segundo em RMS watts. Normalmente nem o vendedor sabe, somente repassa o que está expresso na embalagem do produto, mas vale ressaltar essa diferença.
RMS - Root Mean Square é a potência real do alto falante e também a forma mais conhecida e preferencial de declaração de potência elétrica. É a potência a ser questionada na hora da compra;
PMPO – é a sigla para Peak Music Power Output (Potência de saída de pico musical). É a potência máxima que o produto pode chegar em um tempo limitado e sem considerar as distorções sonoras. Muitas vezes, os fabricantes utilizam esse valor de potência para chamar a atenção dos consumidores para o produto.
Na sua definição inicial, o valor PMPO representava cerca de 3 vezes o valor RMS, no entanto, como não existe procedimento técnico normalizado, cada fabricante desenvolve seu próprio método para medir a potência de seus equipamentos, de forma que estes valores hoje podem chegar, no caso de alguns aparelhos analisados pelo Inmetro, até 50 vezes o valor RMS e, o que é considerado mais grave, o fator multiplicativo varia de fabricante para fabricante, impossibilitando assim uma comparação entre aparelhos de marcas diversas.
O que é impedância?
Geralmente, quando estamos pesquisando por alto-falantes, reparamos na potência do produto. Mas na discriminação de características do aparelho deparamos com uma tal “impedância”, descrita em Ohms.
No entanto, qual é a relevância disso para o meu som?
De uma maneira bastante resumida, impedância pode ser definida como a resistência elétrica (medida em Ohms – relativo a resistência) de um circuito por onde passa uma corrente alternada. Em um alto-falante essa resistência varia de acordo com a freqüência (medida em Hz) dessa corrente elétrica. E é justamente porque varia conforme a freqüência que a resistência de um alto-falante chama-se impedância (e não simplesmente resistência). Alguns instaladores sentem muitas dificuldades em entender esse processo e por isso não fazem o áudio funcionar perfeitamente. A impedância é importante para a adaptação do alto-falante para a saída do amplificador, sendo que a impedância de ambos, saída do aparelho e da bobina do alto-falante, devem ser iguais para maximizar a eficiência do aparelho e não danificá-lo. Daí a expressão “casar a impedância”.