Moto Aracaju, Sergipe

Buscando por Moto em Aracaju? Encontre aqui endereços e telefones de profissionais especializados em Aracaju que podem te ajudar a encontrar Moto em sua cidade. Aproveite para conseguir dicas e mais informações sobre Moto com nossos artigos educativos.

Aribe Motos
(79) 3218-9700
Avenida Chanceler Osvaldo Aranha 481
Aracaju, Sergipe
 
Serigy Veículos
(79) 3205-8600
Rua São Cristóvão 1960
Aracaju, Sergipe
 
Aribe Motos
(79) 3248-3393
Avenida Alexandre Alcino 1200
Aracaju, Sergipe
 
Moto Glória
(79) 3411-1465
Rua Monte Alegre 130
Nossa Senhora da Glória, Sergipe
 
Bosco Motos
(79) 3215-7500
Avenida Simeão Sobral 1029
Aracaju, Sergipe
 
Maravilha Motos
(79) 2106-0800
Avenida Ministro Geraldo Barreto Sobral 1338
Aracaju, Sergipe
 
Glória Motos
(79) 3411-1707
Avenida Simpliciano Francisco Souza
Nossa Senhora da Glória, Sergipe
 
Milton Motopeças
(79) 3215-0629
Avenida João Ribeiro 1022
Aracaju, Sergipe
 
Duas Rodas Moto Peças
(79) 3215-3138
Rua Dom Quirino 298
Aracaju, Sergipe
 
Motomania
(79) 3211-4449
Avenida Augusto Franco 632 tér
Aracaju, Sergipe
 

Moto

Motocicleta, mais conhecida como moto, é um tipo de veículo de duas rodas com um motor que propicia a sua locomoção. É um meio de transporte bastante utilizado no Brasil, devido ao baixo consumo de combustível e por ter um preço mais acessível de compra e manutenção que um carro, por exemplo. Confira abaixo algumas dicas e sugestões de compras para Motos.



Pesquisa Motos
Tabela de conteúdo
1 Guia de Compras de Moto
1.1 As motos só servem para transporte?
1.2 Quais tipos de motos existem no mercado?
1.3 Quais são os cuidados a serem tomados na compra de uma moto nova?

Guia de Compras de Moto
As motos só servem para transporte?
Não, necessariamente. Além de ser um meio de transporte bastante utilizado atualmente, a moto pode ser utilizada com outras finalidades, como: esporte (Superbike, Motocross, Supermoto, Rally), lazer (Moto Clube), trabalho (Motoboy) e como veículo militar (ROCAM, PM).
Quais tipos de motos existem no mercado?
Destacaremos a seguir alguns dos tipos mais conhecidos de motocicletas:
Custom: são as chamadas motos estradeiras, preferidas por um público mais tradicional. Não priorizam a velocidade e são mais voltadas ao conforto durante viagens.
Esportivas: são as motos com design futurista e mecânica de excelente desempenho. Geralmente, são utilizadas em campeonatos como Superbike. Os motores possuem mais de 600 cm3 de cilindrada, o que permite maior aceleração, algumas alcançando velocidades próximas a 310 km/hora.
Fun-bike: classificadas como motos para terreno de asfalto e para terrenos de terra. São bastante utilizadas para turismo, lazer e uso urbano.
Grã-turismo: inclui as motocicletas voltadas para o público que aprecia viagens em estradas. Possuem alguns diferenciais, como diversos itens de conveniência para enfrentar longas viagens, tais como tanques com grande capacidade de combustível, malas e/ou alforges laterais, para-brisas, dentre outros.
Naked: motos que possuem bom desempenho (algumas de alta cilindrada) em relação ao motor e conjunto mecânico.
Off-road: utilizadas por praticantes de motocross/supercross,dentre outros esportes. Os pneus são específicos, geralmente para tração na terra e possuem rodas maiores, para transpor obstáculos com maior facilidade.
Quais são os cuidados a serem tomados na compra de uma moto nova?
Primeiramente, o consumidor tem que ter em mente o modelo de moto que ele deseja adquirir. Para facilitar a compra foram relacionados alguns itens a serem analisados no momento da compra. Segue a lista:
Consulte índices de preços (Tabela Fipe) para ter noção do valor médio da moto;
Não se entusiasme com a primeira opção, aproveite a quantidade de ofertas na internet e classificados para dar mais atenção a sua pesquisa;
Procure esclarecer pontos como ano, modelo, quilometragem, cor e número de ex-donos, pelo telefone/e-mail, não esquecendo de solicitar o número do RENAVAM da moto. Também é interessante consultar o histórico de multas e impostos no site do Detran;
No caso de compra particular, procure marcar encontros em locais abertos, que a luz do dia favoreça a sua análise;
Dê uma boa verificada no estado da pintura do tanque, laterais, rabetas e para-lamas, pois qualquer sinal de ferrugem poderá representar prejuízos futuro;
Ligue a moto quando ela estiver com o motor completamente frio. Se nessa primeira ligada sair uma fumaça azul pelo escapamento, a moto está com problemas. É a chamada expressão “comendo óleo”. Com o motor aquecido a moto não emite essa fumaça. Não confunda a fumaça azul com uma escura que algumas motos soltam na primeira ligada e que é natural;
Fique atento ao barulho que a moto faz. Esse som tem que ser regular, por isso acelere a moto e se atente às oscilações no som;
Ainda com a moto ligada, apoiada pelo cavalete, procure vazamentos nas juntas do cilindro, no cabeçote e escapamento;
Gire as rodas da moto ainda no cavalete e verifique se existem torções ou amassados. Para motos com rodas de liga leve a atenção é maior na verificação da existência de rachaduras ou trincas na liga da roda de alumínio ou magnésio;
Faça um test-drive e procure guiar sensivelmente o guidão para verificar se a moto está devidamente alinhada. Caso ela incline para um dos lados, naturalmente, a moto provavelmente estará desalinhada.
Vale lembrar que pequenos tombos não afetam a estrutura da moto, mas é importante ficar atento aos detalhes. Por isso, seja paciente e feche a negociação quando estiver completamente certo que o negócio será satisfatório para você.
Moto